Mais uma vez, agentes ambientais federais que atuavam em ação de combate à extração ilegal de madeira na Terra Indígena Cachoeira Seca, em Altamira, interior do Pará, foram emboscados e agredidos por madeireiros ilegais

Mais uma vez, amanhecemos estarrecidos com o grau de violência que vem tomando conta do Brasil incentivados por atos ou omissões de autoridades constituídas. Até quando profissionais da saúde, imprensa e servidores da área ambiental, para ficar somente nos exemplos desta semana serão agredidos, verbal e fisicamente, sob o silêncio ensurdecedor dos responsáveis por essas áreas?

Ontem, mais uma vez, agentes ambientais federais que atuavam em ação de combate à extração ilegal de madeira na Terra Indígena Cachoeira Seca, em Altamira, interior do Pará, foram emboscados e agredidos por madeireiros ilegais, quando retiravam da área, caminhão com a madeira roubada, como denunciado em Nota da Asibama Pará, filiada ASCEMA Nacional. Confira a carta na íntegra.

>> Violência contra os servidores ambientais – ASCEMA exige providências
>> Nota agressão Uruará – ASIBAMA-PA

Fonte: Ascema Nacional