.

Haverá um protesto nesta sexta-feira, 11 de agosto, às 9 horas, na Faculdade de Educação da UFG, e na quarta-feira, 16, a partir das 8h30, em frente ao Núcleo do Ministério da Saúde/Funasa (NEMS), na Praça Cívica. A participação de todos os trabalhadores é fundamental!

O Fórum Goiano contra as Reformas Previdenciária e Trabalhista se reuniu na tarde desta quinta-feira, 10, na sede do Sintsep-GO para deliberar sobre a realização de dois atos, contra a as reformas encaminhadas pelo presidente golpista Michel Temer como a terceirização irrestrita, a reforma trabalhista, a reforma da previdência e, em especial contra a EC 95, que limita os gastos do governo com a prestação do serviço público como Saúde, Educação, e Segurança, entre outros setores.

Os dirigentes sindicais definiram que haverá um protesto nesta sexta-feira, 11 de agosto, às 9 horas, na Faculdade de Educação da UFG, e na quarta-feira, 16, a partir das 8h30, em frente ao Núcleo do Ministério da Saúde/Funasa (NEMS), na Praça Cívica. “É fundamental a presença dos servidores públicos federais – não somente da base do Sintsep-GO, pois todos estão sendo afetados pelas reformas — e dos trabalhadores da iniciativa, que foram duramente atingidos com a reforma trabalhista e também o serão, caso a reforma da previdência seja aprovada”, advertiu Ademar.

Além do Sintsep-GO, estiveram presentes integrantes da CUT-GO, do SINTIfes-go, do Sintfesp GO/TO e do MST. Confira no vídeo a convocatória para o ato: