O Grupo Permanente de Discussões das Condições de Trabalho (GPCOT), no âmbito da Secretaria de Previdência e Trabalho (antigo Ministério do Trabalho, atualmente vinculado ao Ministério da Economia) se reuniu no último dia 14 de junho, para discutir várias pautas de interesse dos servidores. 

Na oportunidade, foram debatidas questões que têm gerado dúvidas e insegurança entre os servidores da pasta, como o Projeto Unifica (que atinge sobretudo as áreas-meio); o contingenciamento/corte de 32% no orçamento; o fechamento de locais de trabalho e mudanças de prédios; Plano de Carreira; fechamento de agências (SP) e a necessidade de reconhecimento/legalização do GPCOT.

Como na reunião anterior, os servidores voltaram a solicitar que as soluções e ideias levantadas pelo GPCOT sejam consideradas no processo de reestruturação do órgão e nas negociações formais com o governo, especialmente a partir do dia 31 de julho, quando a nova secretaria do Trabalho terá início formal e ocorrerá a extinção de 200 funções gratificadas (FGs) da atual estrutura das Superintendências Regionais do Trabalho (SRTbs).

Pelo Sintsep-GO, esteve presente o diretor de Organização, Welison Marques de Araújo. Clique aqui e confira o relatório final da reunião.