.

Com an�ncios de que cortes no or�amento podem atingir o Executivo, servidores devem ficar atentos e preparados para defender o cumprimento de acordos e compromissos firmados com a categoria pelo governo anterior. H� alguns dias a Condsef tenta confirmar uma audi�ncia com nova ministra do Planejamento, Miriam Belchior. O objetivo � apresentar o memorial assinado entre SRH, CUT e Condsef com todo o hist�rico de negocia��es e pend�ncias deixadas pelo governo Lula. O documento assegura a democratiza��o das rela��es de trabalho e refor�a a confian�a na busca de solu��es para as demandas ainda represadas de setores da base da Condsef.

Itens que n�o alcan�aram consenso tamb�m constam do memorial assinado. Estes casos foram listados para que fossem remetidos ao atual governo, junto ao qual ficaria assegurada a continuidade do processo de negocia��o sem que este recomece do zero. Entre setores com acordos j� firmados – e que aguardam apenas encaminhamento final – est�o Inep, reajuste para Gacen/Gecen, Pecfaz e Ex-territ�rios. Tamb�m se incluem entre setores com acordo assegurado cargos de n�vel superior que devem receber mesmo tratamento dado aos servidores inclu�dos na lei 12.277/10.

O memorial contextualiza de forma macro a pauta de reivindica��o contendo 31 pend�ncias de setores da base da Condsef. A expectativa � de que ele sirva como linha central para que o governo Dilma consiga superar os conflitos pendentes do governo Lula. Ao lado da Condsef, o Sintsep-GO tamb�m segue cobrando solu��es para todos esses itens.