mapa servidores recorrem a minist rio para n o terem plano de sa de suspenso

.

Preocupação é que este cancelamento prejudique servidores em tratamento, internados ou com cirurgias já pré-agendadas

A Condsef esteve no setor de Recursos Humanos do Ministério da Agricultura (Mapa) para solicitar atenção ao cancelamento de contrato de plano de saúde dos servidores do órgão. A preocupação é que este cancelamento prejudique servidores em tratamento, internados ou com cirurgias já pré-agendadas. O cancelamento está previsto para o próximo dia 31. De acordo com informações do Mapa, foi publicado um edital para buscar uma nova seguradora com prazo até o dia 14 de março para que interessadas apresentem propostas ao ministério. No dia 15 o Mapa deve comunicar à Condsef o resultado desta licitação.

É importante que a categoria fique atenta. O objetivo é que nenhum servidor seja prejudicado neste processo que visa alteração do plano de saúde que atende os servidores do Mapa e seus dependentes. Ainda esse semestre a Condsef deve promover seminário para debater em profundidade o tema dos planos de autogestão. A participação de todos é fundamental para garantir uma discussão rica e que aponte soluções para o quadro de atendimento à saúde dos servidores e seus dependentes até que o SUS tenha condições de assumir integralmente sua missão de atender a saúde da população.

Em Goiás, o Sintsep-GO está de prontidão para levar à Condsef, ou mesmo resolver judicialmente, qualquer caso de servidor do MAPA que seja prejudicado nas situações de tratamento, internação ou pré-cirúrgicas.

Sintsep-GO com Condsef

VEJA MAIS

Chapa 1 vence as eleições do Sintsep-GO para o triênio 2016/2019



.

Um total de 1.723 votos foram registrados, sendo que a Chapa 1, liderada por Ademar Rodrigues de Souza, conquistou 788 votos e a Chapa 2, liderada por Edimar Normandes dos Santos, conquistou 675 votos

Exatamente à 1h23 da madrugada do dia 10 de março, a Comissão Eleitoral encerrou o escrutínio das Eleições para a direção do Sintsep-GO, no triênio 2016/2019.

Um total de 1.723 votos foram registrados, sendo que a Chapa 1 – “Unidade, Luta e Ação”, liderada por Ademar Rodrigues de Souza, conquistou 788 votos e a Chapa 2 – “Independentes”, liderada por Edimar Normandes dos Santos, conquistou 675 votos. Foram contabilizados 33 votos brancos e 227 votos nulos. Confira fotos da apuração!

Informações completas com o resultado detalhado de todas as urnas logo mais, em nosso site. Obrigado e boa noite!

VEJA MAIS

urnas acabam de chegar sede do sintsep go



.

Apuração das eleições para o triênio 2016-2019 terá início à qualquer momento

Por volta das 17 horas desta quarta-feira, dia 9, as 72 urnas com os votos de cerca de 3,8 mil filiados de Goiás chegaram à sede do Sintsep-GO, na Avenida Olinto Manso Pereira, trazidas na Van da entidade. Integrantes e simpatizantes das Chapas 1 e 2 — “Unidade, Luta e Ação” e “Independentes” — já se encontravam desde cedo, na entidade, aguardando o início da contagem de votos.

Mais informações à qualquer momento.

VEJA MAIS

servidores federais lan am campanha unificada no dia 16 de mar o

.

Destaque para a luta por uma política salarial permanente para o serviço público e o estabelecimento de uma data-base em 1º de maio

Reunidos em Brasília, representantes do Fórum das Entidades Nacionais dos Servidores Públicos Federais (Fonasef) promoveram debates em torno de um calendário de atividades e elegeram temas que devem nortear a luta da categoria ao longo desse ano. Desse encontro ficou estabelecida uma data de lançamento para a campanha unificada 2016 com um ato no dia 16 de março. Muitos dos eixos que permearam as campanhas salariais de anos anteriores vão continuar sendo defendidos. Destaque para a luta por uma política salarial permanente para o serviço público e o estabelecimento de uma data-base em 1º de maio. As defesas do direito irrestrito de greve e da regulamentação da negociação coletiva no setor público também estão entre as prioridades, bem como a luta constante pelo reconhecimento à paridade entre ativos, aposentados e pensionistas.

Também seguem entre os eixos reivindicatórios dos federais a busca pela isonomia de todos os benefícios entre os Três Poderes, além da isonomia salarial e a incorporação das gratificações produtivistas. Ainda na lista de prioridades está acompanhar no Congresso Nacional a defesa da aprovação de projetos importantes para o setor público e derrubada daqueles considerados prejudiciais. No campo previdenciário, o fórum dos federais também se posiciona contrário a novas tentativas de reforma da Previdência. Além disso, segue ainda a luta pela anulação da reforma promovida em 2003 e que retirou diversos direitos adquiridos dos trabalhadores públicos e da iniciativa privada.

Foram levantados temas que devem ser tratados em seminários que o Fonasef pretende organizar. Assuntos que devem dar rumo a organização e gestão administrativa e as transformações e desafios que os serviços públicos devem encarar nos próximos anos. Formas de precarização do trabalho; a natureza do Estado e serviços públicos envolvendo União, estados e municípios; plano de saúde e fundo de previdência (Funpresp); crise ambiental e ataques ao licenciamento; acessibilidade; Lei de Responsabilidade Fiscal; auditoria da Dívida Pública são temas que devem ser aprofundados em debates com especialistas.

Também entre os temas para discussão e aprofundamento estão reforma política; direitos dos povos indígenas e quilombolas; fim do superávit primário, correção da tabela do Imposto de Renda; modalidades de trabalho remoto e outros. O objetivo é transformar os encontros do fórum em reuniões quinzenais. Outra proposta é que o Fonasef desenvolva atividades mensais para chamar atenção sobre essas pautas urgentes para a categoria.

Mais atividades
Já aprovada está a participação unificada dos federais em atos que acontecem em Brasília no dia 14 de abril e 1º de maio, integrados com outras categorias e movimentos da sociedade civil organizada. O Fonasef também participa no dia 8 de março de uma ação para denunciar junto aos trabalhadores e trabalhadoras os ataques do governo, principalmente às mulheres, no que se refere à contrarreforma da Previdência Social.

A construção da unidade entre os federais é permanente e deve se fortalecer sempre mais para ser capaz de fazer frente a tentativas de ataques a direitos e também a defesa de avanços importantes para garantir servidores valorizados e serviços públicos de qualidade para todos. Para isso, o fórum vai continuar se organizando e definido as prioridades que devem mobilizar os federais.

Também nessa lista está a luta pelo cumprimento dos acordos assinados, a aprovação da PEC 555/06 que extingue cobrança previdenciária dos aposentados, a aprovação da PEC 56/14 que trata da aposentadoria por invalidez, a incorporação da luta contra o fim do abono permanência (PEC 139/15), denúncia da criminalização das lutas e da lei antiterrorismo, o fim da terceirização e toda forma de privatização e precarização dos serviços públicos, a defesa da criação de novas vagas para concurso pelo Regime Jurídico Único (RJU). Essa lista, assim como a luta dos servidores federais, não deve parar de crescer até que seja efetivamente conquistado um serviço público que atenda as necessidades do Brasil e os direitos de todo cidadão.

Sintsep-GO com Condsef

VEJA MAIS

elei es transcorrem com tranquilidade afirma comiss o eleitoral



.

Cerca de 3.800 filiados definem nesta segunda-feira, dia 7 de março, a próxima direção do Sintsep-GO no triênio 2016/2019

“As eleições do Sintsep-GO para o triênio 2016/2019 transcorrem com tranquilidade, sem percalços”. A afirmação é do presidente da Comissão Eleitoral, Leonel Mateus Lúcio. Confira aqui fotos de alguns momentos da eleição.

De acordo com Leonel, cerca de 3,8 mil filiados votam nesta segunda-feira, dia 7 de março, em 72 urnas espalhadas em pontos estratégicos do Estado. Disputam a direção do Sintsep-GO a Chapa 1 – “Unidade, Luta e Ação”, liderada por Ademar Rodrigues de Souza e a Chapa 2 – “Independentes”, por Edimar Normandes dos Santos.

A apuração terá início na quarta-feira, dia 9 de março, “tão logo as 72 urnas já estejam na agência dos Correios aqui na Praça Cívica, no centro de Goiânia, e possam ser recolhidas pela Comissão”, informa Leonel.

Mais informações sobre as Eleições do Sintsep-GO a qualquer momento em nosso site.

VEJA MAIS

gilmar mendes devolve processo dos 84 32 para plen rio do supremo



.

Direção do Sintsep-GO espera que processo entre em pauta nas próximas seções. No dia do julgamento, haverá caravana dos companheiros de Goiás à Brasília para acompanhar a seção

Quem acessar o processo RE 590880 (84,32%), no Supremo Tribunal Federal (STF), vai se deparar com o andamento deste no dia 26 de fevereiro último, no qual o Ministro Gilmar Mendes, depois de vistas, devolve o referido processo para que seja colocado em pauta. “O que pode ocorrer a qualquer momento”, adverte o presidente do Sintsep-GO, Vicente Gonçalves Ribeiro.

O histórico do processo é bastante favorável aos servidores. “Sete ministros já votaram e o placar é de quatro votos favoráveis a nós, e três contrários. O ministro Dias Toffoli se deu por suspeito e não pode votar, uma vez que atuou no processo quando integrante dos quadros da AGU. Agora, o processo volta à pauta com o voto do ministro Gilmar Mendes, faltando ainda os votos dos ministros Celso de Mello e o do substituto de Joaquim Barbosa”, explica Vicente.

Toda a direção do Sintsep-GO está acompanhando atentamente o andamento do processo. “Assim que entrar em pauta, levaremos a maior quantidade possível de companheiros à Brasília para acompanharmos o julgamento”, finaliza Vicente.

VEJA MAIS
  • 1
  • 2