assembl ia do incra go define por audi ncia p blica

.

Atividade deve ocorrer em Goi�nia, no dia 30 de mar�o. Presen�as de lideran�as nacionais do setor, bem como dos movimentos que lutam pela reforma agr�ria devem ser confirmadas em breve.

Com a participa��o do Sintsep-GO e da Assincra-GO (Associa��o de Servidores do Incra-GO), trabalhadores do �rg�o decidiram realizar, no dia 30 da mar�o, uma Audi�ncia P�blica para discutir a situa��o do �rg�o.

Segundo o diretor de Comunica��o do Sintsep-GO e servidor aposentado do �rg�o, Gilson Filho, a expectativa � que a audi�ncia discuta o papel do Incra como fomentador e executor de um novo modelo de pol�tica de reforma agr�ria, que seja efetivamente colocado em pr�tica.

De acordo com Gilson, a parceria com os movimentos sociais � fundamental em todas as etapas do desenvolvimento das pol�ticas de reforma agr�ria, especialmente em sua (re)formula��o. “O Incra sempre foi o ponto de apoio, o parceiro dos movimentos sociais na luta pela reforma agr�ria. Queremos, nessa audi�ncia, reafirmar esse papel, fortalecendo o �rg�o e, paralelamente, contribuindo para que as a��es das pol�ticas de reforma agr�ria se desenvolvam com mais celeridade e efici�ncia. Se nossa percep��o nos levar a crer que essas pol�ticas devem ser reformuladas, queremos reformul�-la junto com o governo e com os movimentos sociais, sem perder a condi��o de agentes dessa pol�tica”, afirmou.

VEJA MAIS

decis o sobre atividade do incra go sai nesta segunda feira dia 28



.

Servidores do Instituto Nacional de Coloniza��o e Reforma Agr�ria (Incra) se reuniram com integrantes da dire��o do Sintsep-GO e da Condsef nesta quinta-feira, dia 24 de fevereiro, para discutir a realiza��o de uma atividade de mobiliza��o contra as supostas tentativas de desestrutura��o do �rg�o por parte do governo. Decis�o sobre atividade � se audi�ncia p�blica ou semin�rio � ser� tomada nesta segunda-feira, dia 28 de fevereiro.

Servidores do Instituto Nacional de Coloniza��o e Reforma Agr�ria (Incra) se reuniram com integrantes da dire��o do Sintsep-GO e da Condsef nesta quinta-feira, dia 24 de fevereiro, para discutir a realiza��o de uma atividade de mobiliza��o contra as supostas tentativas de desestrutura��o do �rg�o por parte do governo.

Na ocasi�o, servidores do �rg�o citaram reportagem veiculada no jornal Valor Econ�mico, na qual o ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presid�ncia da Rep�blica, Gilberto Carvalho, menciona que o Incra � um �rg�o �gigante, desgastado e enferrujado� que deve ser transformado.

Integrantes da Associa��o dos Servidores do Incra em Goi�s (Assincra-GO) demonstraram profunda preocupa��o com as prov�veis mudan�as que o governo pretende impor ao �rg�o, dentre elas, a suposta exclus�o do �rg�o como gestor e executor das a��es relacionadas � pol�tica de reforma agr�ria. Documentos e contradi��es nas a��es e nas declara��es do ministro do Desenvolvimento Agr�rio, Afonso Bandeira Florence, e do presidente da autarquia, Rolf Hackbart, apontam para essa desestrutura��o e at� poss�vel extin��o do �rg�o.

Apesar da fala contr�ria do ministro a qualquer processo de desestrutura��o, os servidores devem ficar �com a orelha em p�, advertiu Gilberto Jorge Cordeiro, diretor do Sintsep-GO e da Condsef. �Voc�s se lembram dos desmontes de �rg�os que o governo patrocinou nos �ltimos anos. O Ibama foi fracionado e dilacerado. Logo depois a Funasa � que agora s� cuida de Saneamento B�sico � e, mais recentemente, a Funai � que fechou a porta em muitos estados, inclusive em Goi�s. S� a estrutura de Sa�de Ind�gena � antes pertencente � Funasa e hoje ligada ao Minist�rio da Sa�de � est� maior que a pr�pria Funasa. E o mais grave: os recursos da Sa�de Ind�gena ser�o gerenciados por ONGs, o que � um absurdo. Dando mais um exemplo, h� dois anos o governo dizia �n�o, n�s n�o vamos extinguir a Funasa�. Mas, o que � a Funasa hoje?�, questionou.

Gilberto lembrou que h� v�rios anos a Condsef alerta sobre poss�veis tentativas do governo de descentralizar as atividades fim do Incra, transferindo-as para estados e munic�pios, de forma semelhante ao que ocorreu com a Sa�de. �Grande parte dos servidores ainda est� perdida discutindo tabelas salariais. A discuss�o hoje deve ser maior, deve abarcar a estrutura, o modelo de estado que n�s defendemos�, enfatizou.

Audi�ncia P�blica ou Semin�rio
Como resultado da discuss�o, uma nova assembleia entre Sintsep-GO e servidores do Incra/GO ocorre nesta segunda-feira, �s 9 horas, na sede da Assincra-GO, para se definir qual atividade ser� promovida pelos servidores. �Precisamos fazer uma ampla audi�ncia p�blica ou um semin�rio, com lideran�as nacionais tanto dos servidores quanto dos movimentos sociais. Precisamos debater o papel do Incra, que sempre foi e � o principal defensor de uma pol�tica efetiva de reforma agr�ria�, afirmou Gilson Filho, diretor de Comunica��o do Sintsep-GO e servidor aposentado do Incra.

VEJA MAIS

sintsep go se re ne com servidores do incra go

.

Sintsep-GO se re�ne nesta quinta, dia 24, �s 9 horas da manh�, com servidores do Incra-GO. Objetivo da reuni�o � esclarecer a base quanto a mat�rias que t�m sido ventiladas sobre uma suposta divis�o no MDA e, at� mesmo, sobre a extin��o do Instituto

Sintsep-GO se re�ne nesta quinta-feira, dia 24 de fevereiro, �s 9 horas da manh�, com servidores do Incra-GO. O objetivo da reuni�o, segundo o diretor de Comunica��o da entidade, Gilson Filho, � esclarecer a base quanto a mat�rias que t�m sido ventiladas sobre uma suposta divis�o no Minist�rio do Desenvolvimento Agr�rio � MDA e, at� mesmo, sobre a extin��o do Incra.

Em reuni�o realizada ontem (21), em Bras�lia, Condsef, CNASI (Confedera��o Nacional dos Servidores do Incra) e Assenda (Associa��o dos servidores do Minist�rio do Desenvolvimento Agr�rio) foram recebidos pelo ministro do MDA, Afonso Bandeira; pelo presidente do Incra, Rolf Hackbart e por gestores do minist�rio. Segundo a Condsef, eles deixaram claro que n�o haver� divis�o no Incra, tampouco sua extin��o.

O ministro, que participou apenas de uma parte da reuni�o, prometeu refor�ar a interlocu��o com entidades sindicais e movimentos sociais. Para entender melhor as demandas e reivindica��es da categoria o ministro confirmou nova reuni�o com Condsef e CNASI tamb�m para esta quinta-feira, dia 24. A Assenda ser� recebida em outra data.

Bandeira informou ainda que n�o havia recebido as entidades, at� hoje, devido ao per�odo de transi��o por que passava o MDA. Mas refor�ou agora que espera que o di�logo sirva para consolidar propostas conjuntas que possam fortalecer a miss�o do minist�rio. A expectativa � que a abertura permanente de di�logo sirva para consolidar propostas e projetos que beneficiem servidores, o minist�rio e a popula��o.

Expectativa
Tanto a Condsef quanto os servidores esperam que o ministro busque a participa��o dos trabalhadores na constru��o de projetos de fortalecimento do Incra. A entidade quer propor uma agenda que discuta entre outros temas a valoriza��o dos servidores, capacita��o, quest�es funcionais, abertura de concursos p�blicos que permita o funcionamento adequado do Incra e MDA.

Na reuni�o em Bras�lia, os gestores falaram tamb�m sobre as inten��es do governo em definir pol�ticas que busquem a erradica��o da pobreza extrema no Pa�s. Reforma agr�ria e ordenamento fundi�rio fazem parte dessa pol�tica, al�m da regulariza��o fundi�ria e fomento de seguran�a alimentar. Para consolidar esse projeto ser�o necess�rios instrumentos eficazes que busquem incluir cerca de 600 mil fam�lias espelhadas pelo Brasil ainda exclu�das das pol�ticas p�blicas. MDA e Incra t�m papel fundamental na implanta��o dessas pol�ticas, que foram promessas de campanha da presidente Dilma.

Fonte: Sintsep-GO com Condsef

VEJA MAIS

entidades apontam indicativo de greve para abril

.

Segundo a Condsef, j� s�o 25 o n�mero de entidades nacionais que participam da Campanha Salarial Unificada dos servidores federais. Representantes de todas elas se reuniram na �ltima sexta-feira (18) para definir calend�rio de a��es para o pr�ximo per�odo. Avaliada como vitoriosa e positiva, a marcha que reuniu cerca de 10 mil servidores na Esplanada dos Minist�rios deve se repetir em abril, com o objetivo de reunir e mobilizar a categoria para nova manifesta��o em defesa do servi�o p�blico, no dia 13.

J� no dia 14 de abril, uma nova plen�ria nacional da Condsef ser� agendada, com nova reuni�o das entidades nacionais no dia 15. Como pauta central ser� debatida a necessidade de dar in�cio a um movimento de paralisa��o geral para buscar avan�os em torno da pauta de reivindica��es do setor. Ao longo de todo o m�s de mar�o haver� a intensifica��o do trabalho de for�a tarefa no Congresso Nacional.

Em Goi�s, a base do Sintsep-GO segue comprometida com o trabalho de buscar apoio parlamentar para derrubar projetos prejudiciais como o PLP 549/09, PLP 92/07, PLP 248/98, entre outros. S�o muitas as amea�as e a capacidade de organiza��o, mobiliza��o e press�o dos servidores e servidores ativos, aposentados e pensionistas ser� o diferencial para a busca de melhorias nas condi��es de trabalho e um atendimento de qualidade � popula��o.

Audi�ncia com Planejamento
A Condsef e demais entidades que participam do movimento de unidade dos servidores seguem buscando uma audi�ncia com a ministra do Planejamento, Miriam Belchior. A expectativa � de que a ministra receba os representantes do conjunto dos servidores federais, reabra o processo de negocia��es com a categoria e proporcione avan�os nas pend�ncias que foram deixadas pelo governo anterior.

A Condsef espera que a ministra honre o memorial assinado no final do ano passado entre a Secretaria de Recursos Humanos (SRH), a Condsef e a CUT. A consolida��o dos itens listados no memorial se faz fundamental para dar continuidade ao processo negocial introduzido no governo anterior. Sendo este um governo eleito com a marca da continuidade, nada mais natural que o Planejamento d� sequ�ncia ao que j� estava acordado com o governo anterior, mas n�o houve tempo h�bil para efetivar.

Na plen�ria nacional da Condsef, ocorrida na �ltima quinta-feira (17), foi aprovada a realiza��o de semin�rio de planejamento dos Departamentos da Confedera��o. Pautas setoriais ser�o encaminhadas aos minist�rios assim que o semin�rio for conclu�do. Datas de plen�rias e encontros setoriais ser�o sugeridas durante essa atividade, referendadas e comunicadas depois pela dire��o executiva e Conselho Deliberativo de Entidades.

Confira as delibera��es da Plen�ria:
-Ato Unificado na 1� quinzena de abril.
-Lan�amento da Campanha Salarial nos Estados at� o dia 15/03/2011.
-Discutir com as Entidades Nacionais indicativo de greve nacional dos SPF�s.
-30 horas semanais para Assistente Social, sem redu��o salarial.
-Garantir tratamento ison�mico para os demais cargos do n�vel superior, intermedi�rio e auxiliar, no mesmo percentual que foram dados aos cargos de Engenheiro, Arquiteto, Estat�stico, Ge�logo e Economista.
-Lutar pelo fim do Ass�dio Moral.
-Lutar contra o Desvio de Fun��o.
-Press�o nos Estados aos Parlamentares pela retirada dos PLs 549, 248, 092 e outros que prejudique os Servidores e o Servi�o P�blico, e pela Aprova��o da PEC-270, 210 e outras.
-Articular com os Parlamentares, no sentido de apoiarem a ocupa��o pac�fica do Congresso, organizado pela CUT e a For�a Tarefa, organizada pela CONDSEF.
-Lutar pela aprova��o da Ascens�o Funcional no Congresso.
-Encaminhar as pautas setoriais para os respectivos Minist�rios, ap�s o Semin�rio de Planejamento dos Departamentos.
-Orientar Assembl�ias nos Estados para discutir o Acordo Coletivo da CONAB/2011.
-A Dire��o da CONDSEF definir� uma data para a Plen�ria Nacional da CONDSEF para discutir o Acordo Coletivo/2011 da CONAB.
-Press�o aos Parlamentares para aprova��o dos PLs 4.293/2008 e 7.546/2010.
-Apoio Pol�tico e Log�stico aos PDVISTAS.
-Campanha Nacional �Ficha Limpa� para os cargos Comissionados, como forma de moralizar a Administra��o P�blica.
-Lutar pela garantia das nomea��es dos concursados e pela abertura de Concursos P�blicos, para repor o d�ficit de pessoal.
-As Plen�rias e Encontros Setoriais ser�o definidos no Semin�rio de Planejamento dos Departamentos, ad referendum da Diretoria e CDE.
-Mo��o de Rep�dio e outros tipos de material para denunciar a postura do Deputado Vicentinho, como relator do PL sobre Sal�rio M�nimo.

Fonte: Sintsep-GO com Condsef

VEJA MAIS

sintsep go oferece cursos e eventos

.

Confira os cursos e atividades que o Sintsep-GO est� oferecendo a voc�, filiado(a), resultantes de diversas parcerias do sindicato com outras entidades da sociedade civil organizada

Ainda neste m�s de fevereiro, o Sintsep-GO, por meio de sua Secretaria de Forma��o Sindical, apresenta ao(�) filiado(a) v�rias op��es de cursos e eventos a serem realizados no Centro de Forma��o da entidade.

Segundo a secret�ria de Forma��o, M�rcia Jorge, nos dias 23 e 24 de fevereiro ser� oferecido o primeiro m�dulo do curso �Como funciona a sociedade�, uma introdu��o a an�lise da sociedade sob a �tica marxista. �Muitas vezes as pessoas querem entender conceitos como riqueza, pobreza, mais-valia e n�o t�m oportunidade. Esse curso � justamente para descortinar isso�, afirma a diretora.

O curso, cuja � entrada � franca, � direcionado para filiados(as) � entidade e seus dependentes.

Artesanato
J� nos dias 15, 22 e 23 de mar�o, integrando a programa��o do M�s da Mulher, o Sintsep-GO promove curso de artesanato com garrafas pet e jornais. Ministrado pela Secret�ria da Mulher, Maura Le�o, a atividade ser� realizada das 14 �s 18 horas. Tamb�m gratuito, o curso ser� aberto a filiados(as) e seus dependentes.

Ainda integrando as atividades em homenagem a mulher, o Sintsep-GO e o Centro Cultural Eldorado dos Caraj�s, por meio de parceria, v�o promover uma Mostra Feminina de Cinema, nos dias 26 e 27 de mar�o (s�bado e domingo). As exibi��es ocorrer�o no Cine Goi�nia Ouro (Rua 03, esq. c/Rua 09, n� 1016, Galeria Ouro, Centro), �s 12h30, 15h e 20h. A entrada � franca.

Geap
Tamb�m fruto de parceria, s� que agora entre o Sintsep-GO e a Ger�ncia Regional da Geap em Goi�s, v�rias atividades ao longo do ano ser�o promovidas no Centro de Forma��o Sindical M�rcia Jorge. No dia 10 de mar�o, das 15 �s 17 horas, haver� o �Roda da Vida�, um momento de viv�ncias, din�micas de grupo e discuss�o de temas de interesse comum.

Uma vez por m�s, at� o final do ano, haver� tamb�m trabalhos orientados por musicoterap�utas. E, uma vez por semana, a forma��o de um grupo de canto coral. Confira as datas e hor�rios das atividades a serem realizadas no Centro de Forma��o Sindical M�rcia Jorge:

Musicoterapia
-09/03; 13/04; 11/05; 08/06; 06/07; 10/08; 14/09; 15/10 e 09/11 � sempre das 15 �s 16 horas.

Canto Coral
-Todas �s segundas-feiras, das 17 �s 18 horas.

Palestra Ampliando seus Horizontes
-14/04, das 15 �s 17 horas.

Workshop: Tecendo sua Hist�ria
-16/06, das 15 �s 17 horas.

Oficina: Descobrindo sua beleza (corte de cabelo e maquilagem)
-07/07, das 15 �s 17 horas.

Palestra: Melhorando sua alimenta��o
-25/08, das 15 �s 17 horas.

Palestra: Vivendo no aqui e agora com a aposentadoria
-20/10, das 15 �s 17 horas.

Palestra: Ch� de Beleza � Dicas de beleza e sa�de
-24/11, das 15 �s 17 horas.

Exibi��o de filmes
-19/05 e 22/09, das 15 �s 17 horas.

OBS.: Para participar de qualquer uma das atividades promovidas pelo Sintsep-GO � necess�rio que se fa�a inscri��o antecipada dos participantes, pelos telefones: 0800 642 2010 (Sede administrativa – com Ana C�ssia) e 0800 604 2010 (Centro de Forma��o – com Nicole).

VEJA MAIS

aprovado indicativo de greve unificada em defesa do servi o p blico



.

Integrantes da dire��o e da base do Sintsep-GO participaram nesta quinta-feira, 17, da Plen�ria Nacional da Condsef, em Bras�lia. Mais de 160 delegados aprovaram propostas como a realiza��o de mais um ato em Bras�lia e indicativo de greve unificada no setor p�blico.

Integrantes da dire��o e da base do Sintsep-GO participaram nesta quinta-feira, 17 de fevereiro, da Plen�ria Nacional da Condsef, em Bras�lia. Mais de 160 delegados da base da Confedera��o – representando servidores de 20 estados (AP, RJ, BA, PE, TO, PA, SC, AC, GO, PR, MS, MT, MG, CE, SP, PI, MA, RS, AM, RO) e do Distrito Federal – aprovaram propostas como a realiza��o de mais um ato em Bras�lia, na 1� quinzena de abril, e o indicativo de uma greve unificada em defesa do servi�o p�blico.

Nesta sexta-feira (18), a Condsef se re�ne com as outras 22 entidades nacionais que participam da Campanha Salarial unificada deste ano. Os representantes sindicais da totalidade dos trabalhadores p�blicos federais v�o avaliar a marcha hist�ria que reuniu, no dia 16, cerca de 10 mil servidores na Esplanada dos Minist�rios. Eles definem ainda as pr�ximas a��es em busca do atendimento de demandas fundamentais para consolida��o de pol�ticas p�blicas eficientes, entre elas um indicativo de greve.

Temas
Ainda na plen�ria, foi determinado que at� o pr�ximo dia 15 de mar�o as entidades filiadas � Confedera��o fa�am o lan�amento da Campanha Salarial dos servidores nos estados. Tamb�m em seus estados, as filiadas far�o press�o em parlamentares pela retirada dos PLP�s 549/09, 248/98, 92/07 e MP 520/10 – entre outros projetos que prejudicam a categoria e o setor p�blico. Paralelo a isso, haver� luta pela aprova��o de propostas como a PEC 270, PEC 210, al�m dos PL�s 4.293/08 e 7.546/10. A press�o parlamentar continua tamb�m sendo feita no Congresso Nacional, em Bras�lia.

Os delegados sindicais votaram ainda para que a Condsef trabalhe em defesa da aprova��o de 30 horas semanais para assistente social sem redu��o de vencimentos. A entidade tamb�m vai continuar lutando pelo fim do ass�dio moral, contra o desvio de fun��es e em defesa da aprova��o da ascens�o funcional. Foi aprovado tamb�m o apoio pol�tico e log�stico aos PDVistas que buscam direito a suas anistias e o retorno ao servi�o p�blico. A dire��o da Condsef vai definir ainda uma data para realiza��o de uma plen�ria nacional que discuta o acordo coletivo 2011 da Conab. Antes dever�o ser realizadas assembl�ias estaduais para determinar a decis�o da base a respeito do tema.

Tratamento ison�mico no Executivo
Outro tema de destaque na discuss�o da plen�ria desta sexta foi a necessidade de defender junto ao governo proposta que garanta tratamento ison�mico para cargos de n�vel superior, intermedi�rio e auxiliar. A proposta tem como par�metro inicial a Lei 12.270/10 concedendo reajustes no mesmo percentual dado, no ano passado, aos cargos de Engenheiro, Arquiteto, Estat�stico, Ge�logo e Economista. Esta proposta permeia todos os setores representados pela base da Condsef.

Foi aprovada tamb�m a intensifica��o da luta para garantir nomea��es de concursados e pressionar pela abertura de novos concursos p�blicos, essenciais para reposi��o de deficit de pessoal que amea�a o atendimento da popula��o que depende dos servi�os p�blicos. J� pautas setoriais seriam encaminhadas aos minist�rios assim que o semin�rio de planejamento dos Departamentos da Condsef for conclu�do. Datas de plen�rias e encontros setoriais ser�o sugeridas durante o semin�rio, referendadas e comunicadas depois pela dire��o executiva e Conselho Deliberativo de Entidades.

Fonte: Sintsep-GO com Condsef

VEJA MAIS

servidores lan am campanha hist rica em defesa do setor p blico



.

Mais de 10 mil servidores(as) p�blicos(as) federais lan�aram ontem, em Bras�lia, a Campanha Salarial unificada da categoria. Sintsep-GO, al� de CUT, Condsef e mais 23 entidades mobilizaram a categoria em torno de bandeiras de luta fundamentais para a melhoria de condi��es de trabalho e atendimento de qualidade � popula��o

Vai ficar marcada ontem (16), na hist�ria dos servidores federais, o lan�amento da Campanha Salarial unificada da categoria que reuniu, na Esplanada dos Minist�rios, cerca de 10 mil servidoras e servidores ativos, aposentados e pensionistas de todos os estados brasileiros. Vinte e tr�s entidades, entre elas Condsef e CUT, mobilizaram a categoria em torno de bandeiras de luta (confira aqui) fundamentais para a melhoria de condi��es de trabalho e atendimento de qualidade � popula��o que depende de servi�os p�blicos. Uma comiss�o de representantes das 23 entidades sindicais tentou uma audi�ncia com a ministra do Planejamento Miriam Belchior. Como ela n�o estava, a comiss�o entregou no minist�rio documento com as reivindica��es dos servidores e aguarda o agendamento de uma reuni�o que reabra o processo de negocia��es com a categoria.

Enfrentando sol e chuva os servidores permaneceram mobilizados at� o final da passeata que contou com a participa��o de parlamentares. O deputado Chico Alencar, a senadora Marinor Brito, entre outros manifestaram apoio � pauta dos servidores. Bem humorado um grupo de servidores chamou a aten��o com um tradicional boneco do carnaval de Pernambuco que trazia a caricatura da presidente Dilma Rousseff. Em alus�o aos an�ncios de corte de R$50 bilh�es no or�amento, suspens�o de concursos p�blicos e a inten��o do governo em aprovar projetos que prejudicam os servidores, como o PLP 549/09 e MP 520/10, a boneca foi apelidada de �Dil-M��.

A mobiliza��o dos servidores contou com apoio de outros segmentos da sociedade, entre eles concursados que aguardam nomea��es e representantes da UNE (Uni�o Nacional dos Estudantes). O Sintsep-GO, como de costume, levou ampla delega��o de servidores de Goi�s para integrarem o ato. Parte da delega��o permanece hoje (17), em Bras�lia, dando continuidade ao movimento que tem por objetivo um �corpo a corpo� com os parlamentares no Congresso Nacional.

Disposi��o para greves e mobiliza��es
A lista de amea�as aos servidores e servi�os p�blicos � grande. A mobiliza��o desta quarta mostra a disposi��o dos trabalhadores em enfrentar e combater todos os obst�culos que est�o no caminho do fortalecimento do Estado e melhoria dos servi�os p�blicos. A marcha dos 10 mil foi apenas a largada desta luta. H� disposi��o, inclusive, para realiza��o de greves e novas mobiliza��es em defesa do setor p�blico.

A Condsef e todas as suas entidades filiadas, que levaram para marcha mais de 2 mil manifestantes, v�o seguir mobilizando os mais de 80% de servidores do Executivo Federal que representam. Nesta quinta, 17, a Confedera��o realiza uma grande Plen�ria Nacional. Al�m de avaliar a atividade de hoje a categoria vota novas a��es para manter os servidores mobilizados. Um calend�rio de atividades deve ser proposto.

Al�m da Condsef, as demais entidades nacionais que participam da Campanha Salarial tamb�m realizam suas plen�rias. As reuni�es unificadas continuam e os servidores v�o decidir juntos como v�o combater projetos que amea�am a todos e como v�o buscar avan�os para melhorar a vida dos trabalhadores do setor e de todos aqueles que pagam impostos e dependem de servi�os p�blicos no seu dia a dia.

Fonte: Sintsep-GO com Condsef

VEJA MAIS

administrativos e mi 880 s o pauta de reuni o no minist rio da defesa

.

Em reuni�o na �ltima sexta-feira, dia 11, com representantes do Minist�rio da Defesa (MD), a Condsef fez um breve relato sobre a necessidade de avaliar a estrutura remunerat�ria criada para cinco cargos do PGPE, que gerou distor��es na carreira e em planos correlatos. A entidade defende a mesma estrutura remunerat�ria para todos os setores de n�vel superior da administra��o p�blica. Reajustes no mesmo percentual, em torno de 76%, tamb�m deveriam ser concedidos aos servidores de n�vel intermedi�rio e auxiliar. Al�m da remunera��o dos administrativos, a Condsef relatou problemas que vem sendo enfrentados pela categoria que trabalha em �reas insalubres. Servidores relatam dificuldade em conseguir contagem desse tempo para aposentadoria conforme garante o MI 880. A Condsef vai encaminhar documento detalhando a situa��o para que seja analisado junto ao MD.

Os representantes do minist�rio concordaram sobre a necessidade de corrigir as distor��es no PGPE e planos correlatos. A dire��o da Condsef vai encaminhar of�cio ao MD explicitando as distor��es abordadas na reuni�o de sexta. A entidade tamb�m vai encaminhar c�pia do memorial assinado entre a Confedera��o, a SRH e a CUT onde o governo reconhece a necessidade de corrigir remunera��o dos demais cargos de n�vel superior, intermedi�rio e auxiliar. Os representantes do Minist�rio da Defesa se comprometeram em apresentar ao ministro Nelson Jobim os assuntos abordados na reuni�o; al�m dos documentos que detalham os temas e ser�o encaminhados pela Condsef.

Fonte: Sintsep-GO com Condsef

VEJA MAIS

calend rio de lutas

.

Buscando colocar o(a) servidor(a) filiado(a) em sintonia com as lutas da categoria e com as demais a��es do Sintsep-GO, o sindicato disponibiliza um calend�rio de eventos j� marcados em nossa “Agenda Sindical” at� o momento, neste primeiro semestre. Confira:

Fevereiro
-09/02
Reuni�o da Dire��o Ampliada do Sintsep-GO
Audit�rio do Sintsep-GO, �s 18 horas

-16/02
Lan�amento Campanha Salarial Unificada
Marcha em Bras�lia (Busca de audi�ncia com ministra do Planejamento, com Ato no Congresso Nacional)
Atividades nos estados

-17/02
Plen�rias setoriais entidades
Plen�ria nacional Condsef

-18/02
Reuni�o entidades nacionais para avalia��o do movimento

-23/02
Reuni�o da Dire��o Ampliada do Sintsep-GO
Audit�rio do Sintsep-GO, �s 18 horas

Mar�o
-02/03
Reuni�o da Dire��o Ampliada do Sintsep-GO
Audit�rio do Sintsep-GO, �s 18 horas

-16/03
Reuni�o da Dire��o Ampliada do Sintsep-GO (An�lise de Conjuntura)
Audit�rio do Sintsep-GO, �s 18 horas

-24/03
Novo ato p�blico (pr�-agendado)

-25/03
Novas plen�rias setoriais

-26/03
Reuni�o ampliada entidades nacionais

-30/03
Reuni�o da Dire��o Ampliada do Sintsep-GO
Audit�rio do Sintsep-GO, �s 18 horas

Abril
-13/04
Reuni�o da Dire��o Ampliada do Sintsep-GO
Audit�rio do Sintsep-GO, �s 18 horas

-27/04
Reuni�o da Dire��o Ampliada do Sintsep-GO
Audit�rio do Sintsep-GO, �s 18 horas

Maio
-11/05
Reuni�o da Dire��o Ampliada do Sintsep-GO
Audit�rio do Sintsep-GO, �s 18 horas

-25/05
Reuni�o da Dire��o Ampliada do Sintsep-GO (An�lise de Conjuntura)
Audit�rio do Sintsep-GO, �s 18 horas

Junho
-08/06
Reuni�o da Dire��o Ampliada do Sintsep-GO
Audit�rio do Sintsep-GO, �s 18 horas

-22/06
Reuni�o da Dire��o Ampliada do Sintsep-GO
Audit�rio do Sintsep-GO, �s 18 horas

Julho
-06/07
Reuni�o da Dire��o Ampliada do Sintsep-GO
Audit�rio do Sintsep-GO, �s 18 horas

-20/07
Reuni�o da Dire��o Ampliada do Sintsep-GO (An�lise de Conjuntura)
Audit�rio do Sintsep-GO, �s 18 horas

VEJA MAIS

ministro participa de reuni o da mesa nacional de negocia o



.

O ministro Alexandre Padilha participou, nesta quinta-feira (10), de reuni�o da Mesa Nacional de Negocia��o da Sa�de. O novo ministro foi apresentado formalmente �s entidades que representam os servidores do setor, entre elas a Condsef. Foi feito um planejamento para a mesa em 2011, definidas agendas e discutidos temas priorit�rios para a categoria. Para o ministro foi feito ainda um breve relato sobre os avan�os conseguidos pela mesa at� o momento. A redistribui��o de servidores da Funasa ao MS, aglutina��o de cargos, estrutura��o da carreira e implanta��o da Gacen e Gecen, entre outros, foram citados.

Padilha declarou a inten��o do governo de manter a mesa e falou em defender uma pol�tica de fortalecimento para o SUS. Sobre carreira destacou que � prioridade do minist�rio a valoriza��o dos servidores com foco no fortalecimento do pr�prio MS. Padilha se prop�s ainda a receber todas as entidades nacionais. A Condsef, que j� solicitou audi�ncias com todos os ministros e ministras da equipe da presidenta Dilma, aguarda a confirma��o de uma agenda.

Aproveitando a presen�a do ministro, a Condsef declarou que o tema priorit�rio da categoria � a discuss�o da reestrutura��o da CPST (Carreira da Previd�ncia, Sa�de e Trabalho). Cobrou ainda o andamento do Decreto de Cess�o e a regulamenta��o da Gacen e Gecen. A necessidade de discutir sa�de ambiental e sa�de ind�gena tamb�m foi pontuada. Na confirma��o de uma audi�ncia com o ministro, a Condsef disse ainda que espera discutir temas como persegui��es pol�ticas, ass�dio moral no MS e suas vinculadas. Caso recente foi a den�ncia recebida pela Condsef do diretor da entidade e do Sindsep-MT, Carlos Alberto Almeida. A Condsef sugeriu ainda que a mesa de negocia��o conte com a presen�a de representantes da SVS e SESAI.

Planejamento da Mesa
Na reuni�o foi apresentada uma proposta de pauta para conduzir a Mesa Nacional de Negocia��o da Sa�de em 2011. Foram listados os temas priorit�rios para debate que foram assim estabelecidos: 1) reestrutura��o de carreira da Previd�ncia, Sa�de e Trabalho; 2) transfer�ncia dos servidores para o MS; 3) redistribui��o de descentralizados da Funasa; 4) parecer GQ n� 145- AGU; 5) revoga��o do decreto da calamidade p�blica no RJ; 6) cria��o de 750 cargos espec�ficos para o DENASUS, recadastramento de servidores ativos, Sa�de ind�gena e sa�de/vigil�ncia ambiental; 7) normatiza��o do ponto eletr�nico; 8) avalia��o de desempenho; 9) realiza��o de exames peri�dicos; 10) elabora��o do manual de orienta��o e conduta antiass�dio; 11) elabora��o de guia de procedimentos para a implanta��o da pol�tica antiass�dio; 12) protocolo orientativo para implanta��o de mesas locais nos n�cleos estaduais e hospitais, pr�prios; 13) implanta��o da pol�tica antiass�dio nos n�cleos estaduais, hospitais pr�prios e institutos, jornada de trabalho � 30 horas semanais; 14) situa��o dos servidores cedidos para o SUS municipal, estadual e do Distrito Federal.

A pauta ser� avaliada pelas entidades que comp�em a mesa. Caso queiram acrescentar novos itens as entidades devem apresentar os temas formalmente � mesa. Segundo sugest�o da Condsef, a mesa sofrer� uma reestrutura��o. Representantes da SVS E SESAI devem ser chamados a participar das reuni�es. Os pedidos de audi�ncia com o ministro tamb�m ser�o avaliados e uma agenda deve ser montada. Outra proposta apresentada pela Condsef e aprovada pela mesa foi a realiza��o de semin�rio entre os dias 28 de fevereiro e 1� de mar�o para discutir avalia��o de desempenho e reestrutura��o de carreira envolvendo sa�de ind�gena, sa�de ambiental e carreira transversal.

Fonte: Sintsep-GO com Condsef

VEJA MAIS
  • 1
  • 2